Acesse a apresentação completa no link abaixo:

http://bit.ly/2WovrpN

Antes de usar o sistema de gestão de fretes: 

•Cobranças duplicadas;
•Sem gestão de controle da entrega ao cliente (várias transportadoras);
•Elevado número de reclamações por entrega;
•Ruídos de comunicação ;
•Transportadoras sem performance;
•Erros de cubagens e cobranças indevidas;
•Extravio de mercadoria sem gestão;
•Dados espalhados (Tabelas de Excel e portais de transportadoras).
•4 ou 5 transportadoras parceiras;
Após o sistema de frete implantado:
•Economia de R$500.000,00 em um ano (2016);
•Gestão de entregas e ocorrências de transportadora;
•Gestão de cotação de frete; (Envio em massa de cotações e resposta em massa no sistema)
•Gestão de tabela de fretes;
•Maior performance e agilidade na escolha da transportadora;
•Gatilhos, estratégicos na operação do frete, tanto para gerenciar a entrega ao cliente quanto para a sustentabilidade dos documentos e dados da gestão interna do frete;
•Quase 50 tabelas de frete cadastradas no sistema, porem  20 ativas “sistema de parceria dinâmico” de acordo com o objetivo da operação;
•Facilidade de transportar por novas transportadoras
•Redução do número de reclamações.
•Relatórios de frete;
•Prazo médio e máximo por região;
•Encontro de contas com auditoria de pagamento de faturas;
•Relaciona todos os dados em um único painel, ou seja, todas as 89 transportadoras;
•Romaneios de frete em massa e Notfis para agilizar a transportadora na implantação dos dados no sistema;
•Auditoria de documentos de frete;
•Acompanhamento da entrega pelo cliente
•Foto do produto embalado no momento da coleta da transportadora;
•Template de e-mail customizadas de acordo com cada ocorrência ou seja cada movimentação da encomenda o sistema dispara e-mail ao consumidor.
Conheça um pouco mais sobre a BV Magazine, Clique aqui. Mantenha-se sempre bem informado assinando gratuitamente nossa newsletter para receber a atualização de conteúdo.